Site1Na noite desta quinta-feira, dia 14, a classe empresarial esteve reunida para ouvir as propostas do pré-candidato à presidência da república, Jair Bolsonaro, durante o Encontro Empresarial que ocorreu no Vila Realle Buffet. O encontro faz parte da ação realizada pela Associação Comercial do Maranhão (ACM), Câmara dos Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL – São Luís), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) e da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), que estão recebendo os pré-candidatos à presidência da república para maior aproximação com a classe produtiva do Estado.

Militar de reserva, Jair Bolsonaro, natural de Campinas-SP, confirmou seu discurso forte ao se apresentar à classe empresarial de São Luís. Na sua fala destaque para a importância da realização das reformas, preocupação com a proteção das divisas brasileiras, do MST, e, principalmente da maior atenção com o cenário econômico do país. "Vivemos em uma degradação econômica. Os brasileiros esperam um perfil de mudança com atitudes diferentes para a construção de uma nova realidade", destacou. Segundo o pré-candidato, um dos nomes fortes da sua equipe de governo é do economista e PhD, Paulo Guedes, para o Ministério da Fazenda.

O presidente da ACM, Felipe Mussalém, ratificou que as entidades de classe empresariais têm feito seu papel de aproximação dos gestores públicos com os empreendedores locais. "O empresário maranhense tem a oportunidade de expor seus pensamentos e levar suas proposições à classe política nacional", enfatizou. Em seu questionamento ao pré-candidato, Mussalém tratou sobre quais estratégias ele pretende utilizar para que os seus projetos sejam realizados, tendo a aprovação da Câmara e do Senado. Bolsonaro aproveitou a pergunta para declarar que, se eleito for, parte do seu ministério será formado por militares e que não pretende usar política do "toma lá da cá" durante o seu mandato.

site2O presidente da CDL São Luís, Fábio Ribeiro, destacou a importância da realização dos Encontros Empresariais com os candidatos à presidência da República. "Esses encontros com candidatos de partidos diferentes abrem espaço para o empresariado conhecer as propostas de gestão de cada um e avaliar se atendem às reais demandas do setor produtivo. O momento brasileiro exige que sejam eleitos representantes comprometidos e que todos nós possamos cobrar deles ações coerentes com o que foi prometido em campanha", declarou o Pres. da CDL São Luís Fábio Ribeiro.

PRÓXIMO PRESIDENCIÁVEL

Na agenda das visitas dos presidenciáveis ao Maranhão, está o pré-candidato João Dionisio Amoêdo, que estará em São Luís no dia 19 de junho, às 19h, no Hotel Blue Tree Towers, para um encontro com a classe empresarial. Amoêdo nasceu em 22 de outubro de 1962, na cidade do Rio de Janeiro. Filho de um médico do Pará e de uma administradora do Rio Grande do Norte, João se formou em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ).

Começou sua carreira como trainee no Banco Citibank, foi diretor executivo do Banco BBA Creditanstalt, presidente da Finaústria CFI, vice-presidente e membro do conselho de administração do Unibanco, membro do conselho de administração do Banco Itaú BBA e membro do conselho de administração da empresa João Fortes Engenharia.

Em 2011, indignado com a alta carga tributária e os péssimos serviços recebidos do Estado, fundou o NOVO: um partido composto por membros da sociedade civil, que faz processo seletivo para escolher seus candidatos e o único que se mantém apenas com doações voluntárias de seus apoiadores e não faz uso de dinheiro público – Fundo Partidário e Eleitoral. Em junho de 2017 João deixou a presidência do partido para apresentar sua candidatura à Presidência do Brasil.

site3

Fecomércio - MA

Av. dos Holandeses, S/N, Quadra 04, Jardim Renascença II.
Cep: 65075-650 | São Luís-MA

Telefone: (98) 3194-2400


ascom@fecomercio-ma.com.br

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados para Fecomércio MA