Intenção de consumo registra alta de 4,2% em fevereiro

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 87,1 pontos em fevereiro de 2018, um aumento de 4,2% em relação ao mês passado. Na comparação com o mesmo período de 2017, o índice apresentou alta de 13%. No entanto, o resultado abaixo dos 100 pontos ainda indica uma recuperação lenta do otimismo das famílias.

“A desaceleração do número de demissões, aliada à trajetória favorável da inflação e queda, ainda que suave, das taxas de juros, impactou positivamente a confiança das famílias no início de…

Continuar lendo este artigo

CNC projeta alta de 0,7% para o setor de serviços em 2018

O setor de serviços encerrou 2017 com queda de 2,8% no volume de receitas, na comparação com ano anterior, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada pelo IBGE. Com esse resultado, o setor, que havia registrado queda recorde no faturamento real no ano passado (-5,0%), acumulou perda de 11,8% nos três últimos anos. A última vez que o volume de receitas de serviços avançou foi em 2014 (+2,5%).

Os destaques negativos de 2017 ficaram por conta de segmentos que se comportam como termômetros dos investimentos, tais como Serviços Administrativos e Complementares (-7,3%), além do grupo Outros Serviços (-8,9%), que engloba predominantemente atividades imobiliárias, de reparação e…

Continuar lendo este artigo

Varejo cresce 4,0% em 2017 e recupera parte das perdas da crise

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima aumento de 5,0% no faturamento do comércio varejista ampliado em 2018. A previsão foi realizada após o crescimento de 4,0%, registrado em 2017, segundo dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgados pelo IBGE.

Segundo a análise da Divisão Econômica da Confederação, o resultado em 2017 foi o primeiro positivo do setor desde 2013 (quando houve alta de 4,3%), recuperando praticamente 1/5 das perdas provocadas pela crise econômica. “Por trás dos resultados positivos de 2017, há, claramente, a contribuição positiva da menor taxa de inflação (+2,95%) desde a implanta&cce…

Continuar lendo este artigo

Após dois anos, comércio volta a crescer

O comércio varejista brasileiro cresceu 2% em 2017, após dois anos de fortes quedas. O resultado foi influenciado pelas vendas de móveis e eletrodomésticos, que voltaram a aumentar com a queda das taxas de juros. A pesquisa foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (9).

O setor de hipermercados também vendeu mais em 2017, 1,4%, e ajudou o varejo brasileiro a dar sinais de recuperação.

Apesar do avanço, o IBGE pondera que que ainda é cedo para falar em recuperação total. “2017 rompe um período de dois anos de queda nas vendas nacionais, mas ainda está longe de recuperar a perda de 10,2% acumulada nesse período”, disse Isabella…

Continuar lendo este artigo

Fecomércio-MA representada na Jucema

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) tomou posse nesta quarta-feira (31), no Colegiado de Vogais que compõe o Plenário da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema) para o quadriênio 2018/2022. A Fecomércio-MA, terá como representante e Vogal Titular no colegiado, o membro do Conselho Fiscal da instituição, o empresário José Pereira de Santana.

Na ocasião, foram empossados 14 Vogais Titulares, entre representantes do Governo do Estado, de entidades patronais e profissionais do Maranhão. “É com grande satisfação que tomo posse como representante da Fecomércio-MA no colegia…

Continuar lendo este artigo

Diretoria do Sircosum é empossada

O Sindicato dos Representantes Comerciais do Sul do Maranhão (Sircosum) realizou no dia 27 de janeiro, em Imperatriz, a solenidade de posse da Diretoria para o quadriênio 2017/2021, com a recondução do presidente Reginaldo Pacheco de Sousa para o cargo. Proporcionando um espaço de confraternização com os associados e familiares, o evento contou com a presença do superintendente da Federação do Comércio do Maranhão, Max de Medeiros, além do presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Gêneros Alimentícios de Imperatriz, Francisco Eraldo Moura, e do presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Autopeças do Sul do Maranhão, João Borges Lira.

Na oc…

Continuar lendo este artigo

Fecomércio-MA intensifica acompanhamento legislativo

Com o objetivo de intensificar o acompanhamento legislativo no Maanhão, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) recebeu nos dias 24 e 25 de janeiro, os assessores legislativos da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Reiner Leite e Felipe Oliveira, que realizaram a capacitação e apresentaram as funcionalidades do Portal da Rede Nacional de Assessorias Legislativas do Sistema Comércio (Renalegis).

Na ocasião, o superintendente da Fecomércio-MA e representante da entidade na Renalegis, Max de Medeiros, recebeu o treinamento do Sistema, que irá monitorar a tramitação de proposições legislativas de inter…

Continuar lendo este artigo

Intenção de consumo é a maior desde 2015

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), apurada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA), alcançou 102,2 pontos em janeiro de 2018 para a cidade de São Luís, o maior nível desde de agosto de 2015, quando foi registrado o índice de 102,4 pontos. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o indicador revelou aumento de 7,35%, e na evolução mensal, o indicador apontou crescimento de 3,75% em relação ao mês imediatamente anterior.

De acordo com a Fecomércio-MA, o resultado do ICF ultrapassa o grau de satisfação do consumidor avaliado pela pesqui…

Continuar lendo este artigo

CNC projeta estabilidade para o setor de serviços este ano

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo IBGE, mostra que o volume de receitas do setor de serviços cresceu 1,0% em novembro do ano passado, na comparação com o mês anterior e já descontados os efeitos sazonais. Com esse resultado, o setor interrompeu uma sequência de quatro variações mensais negativas, registrando, portanto, seu melhor desempenho desde o último mês de junho.

Por outro lado, o setor de serviços amargou sua 32ª queda consecutiva em relação ao mesmo período do ano anterior (-0,7%), denotando a dificuldade das atividades de serviços em reagir desde o fim da recessão. “Apesar de manter a expectativa quanto à tendência de queda n…

Continuar lendo este artigo

Varejo consolida recuperação em 2017, diz CNC


O crescimento esperado para o comércio varejista em 2017 deve ser de 3,9%, segundo projeção da Confederação Nacional do Comércio (CNC), com base nos dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) de novembro, divulgada pelo IBGE. Em novembro, o volume de vendas nos 10 segmentos que integram o varejo ampliado avançou 2,5% em relação a outubro, já descontados os efeitos sazonais. Esse foi o melhor resultado na comparação mensal desde que o IBGE passou a divulgar os dados do varejo ampliado em 2003. Em relação a novembro de 2016, a alta foi de 8,7%, a maior desde 2010.

A CNC projeta ainda um crescimento de +5,1% para 2018, se preservado o cenário atual de inflação abaixo d…

Continuar lendo este artigo

Empresas terão de usar o eSocial a partir de janeiro

A partir de 1º de janeiro deste ano, todas as empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões serão obrigadas a usar o eSocial para registrar informações de empregados e de eventos como férias e horas extras.

As demais empresas – incluindo Microempreendedor Individual (MEI) que possua empregado –, terão de aderir ao sistema a partir de 1º de julho de 2018, independentemente do valor de faturamento anual. A obrigatoriedade para órgãos públicos é a partir de 14 de janeiro de 2019. Atualmente, apenas os empregadores de trabalhadores domésticos precisam usar o sistema (confira o cronograma aqui).

O eSocial é um novo sistema de registro digital elaborado pelo governo federal para a…

Continuar lendo este artigo

Novas regras do Simples Nacional passam a vigorar

As novas regras do Simples Nacional, aprovadas em outubro de 2016, passaram a vigorar no dia 1º de janeiro de 2018. Entre as principais mudanças está a redução do número de tabelas, de seis para cinco anexos, sendo três para serviços, um para comércio e um para a indústria. A quantidade de faixas de faturamento também foi reduzida de 20 para seis, além do estabelecimento de alíquotas progressivas de tributação.

Outro ponto importante foi o enquadramento do setor de serviços em tabela com alíquotas diferenciadas pelo tamanho da folha salarial para alguns setores, que deverá ser igual ou superior a 28% em relação à receita bruta para recolher por uma…

Continuar lendo este artigo

Fecomércio - MA

Av. dos Holandeses, S/N, Quadra 04, Jardim Renascença II.
Cep: 65075-650 | São Luís-MA

Telefone: (98) 3194-2400


ascom@fecomercio-ma.com.br

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados para Fecomércio MA